4.4.11

vamos de viagem



não te esqueças de nada, está bem?
vamos de viagem. só tu e eu. para longe, onde não há nada que nos perturbe. absolutamente nada. só o mar, o sol, a lua e as nossas mãos dadas. talvez árvores pequeninas lá longe e um cheirinho doce no ar. do resto tratamos nós, não tratamos? dos sorrisos fofinhos e do brilho no olhar, dos cabelos soltos e selvagens, dançantes em noites que a lua se levanta redonda e amarela. dos corpos unidos num abraço profundo, sincero, quente. do entrelaçar dos dedos, dos segredos ao ouvido, do carinho permanente.
oh amor, vamos de viagem! anda, ninguém precisa de saber. já preparei tudo: um mapa feito por mim, com todos os meus sonhos e ambições, com todos os locais perfeitos que sempre rondaram o meu pensamento. e isso basta. a essência está na aventura, na vontade, no desejo. está no palpitar dos nossos corações, fartos desta rotina pesada, da falsidade irritante, da hipocrisia doentia.
assim seremos só nós os dois! achas uma boa ideia, não achas? eu sei. já me tinhas dito, há tanto que sonhámos baixinho com esta fuga tão bem preparada, quando nos abraçamos em silêncio. és tão meu e eu sou tão tua

4 comentários:

Vanessa disse...

Adoroo .
Preciso exactamente do mesmo ..

Girl of poems disse...

Lindo texto.
Com um mundo banhado de maldade, o desejo de fugir para um paraíso com a pessoa amada, é a coisa mais convicta nos corações apaixonados. Mesmo que esse paraíso seja artificial de cariz intelectual, pois a maior riqueza habita na mente que se derrete num caminho que se cruza com o coração.
Beijinhos

Sara Martins disse...

é tão bom sentirmo-nos tão bem ao lado da pessoa que amamos! *

alexandra martins disse...

também precisava muito disso..