25.11.10

#1 LETTER TO YOUR BEST FRIEND


às vezes penso se ainda faz muito sentido escrever sobre ti. é estranho as palavras nunca mais acabarem, o sentimento se prolongar e perdurar no tempo. esta carta é para ti e por mais que eu não quisesse que fosse, era inevitável. já foste o tudo e o nada da minha vida e hoje mais do que nunca, percebo o quão importante isso foi. o tudo, por talvez tenhas sido das únicas pessoas a quem eu confiei verdadeiramente a minha vida, lancei-ta para as mãos em sinal de socorro e tu cuidaste muito bem dela. o nada porque a revolta e a dor que nutri por ti, a raiva, o sentimento de "incompreendida" ajudaram-me a sentir hoje o que sinto e a dar-te valor tal como és. 
és completamente diferente de mim no que toca as mais variados aspectos mas aprendi com o tempo a saber-te de cor. percebo-te bem, mesmo sem tu saberes e sem as palavras serem ditas. deves ser talvez das pessoas mais inocentes que conheço e essa tua ingenuidade e inocência nem sempre te podem valer, porque permite a muitos passarem por cima de ti. mas amadureceste. já não és aquela miúda moldável, ganhaste personalidade e raízes com os caminhos que alcançaste e hoje noto em ti talvez uma faceta misteriosa que se tornou o teu maior trunfo, uma vez que te possibilita esconderes-te por detrás dela. 
hoje não fazes parte do meu dia-a-dia, já não há a confiança profunda de tempos passados, mas o que noto e valorizo é o nosso à vontade quando estamos juntas; a facilidade de um abraço e de um elogio, o carinho e um grande respeito, imenso, que aprendemos a formar, a admiração e o orgulho. 
vejo agora que faz sentido continuar a escrever-te. ajuda-me a consciencializar tudo que aconteceu e a adaptar esse tudo ao meu quotidiano. e apesar de muito ter ficado pelo caminho, haverá sempre a eterna cumplicidade, que nos abraça o coração. obrigada 

4 comentários:

nicas disse...

adorei e fez relembrar-me a pessoa que esteve comigo, durante muito tempo, como melhor amiga :c

jo disse...

afinal o tempo não é tão mau quanto isso pois não ? mete-nos em circunstâncias menos boas, mas depois consegue voltar a dar-nos, não no total mas em parte, aquilo que ficou para trás.

está muito lindo sara, e esse coração de ouro transborda pelas tuas palavras.


amo-te <3

Sara Martins disse...

que bom sara!

sabes? esta carta está perfeita.

sophia disse...

amo-te minha querida <3