10.11.10

;

deixei de frequentar a psicóloga. estou farta da mesma conversa, a do ânimo, da auto-estima. a verdade é que estou um bocado cansada de tudo isto. hoje visitei este site. não é fácil saber-se da possível e sempre banalizada doença. por mais que digam que não, é uma doença. não é uma impressão psicológica nem muito menos uma desculpa para fazer-se de coitada. e só eu é que sinto o que sinto. e não é fácil. acreditem que é horrível ter de se fazer de forte, de tentar contagiar com a nossa alegria e chegar a casa e ser desolador. é estranha a forma como muitas vezes me sinto, é assustador o que penso, por vezes. é triste o ponto a que muitas vezes chego. de não aguentar mais. enfim

3 comentários:

Vanessa disse...

Força querida, estarei aqui se precisares !

Rita da Maçaroca disse...

É complicado lidar com estas situações. Não é propriamente algo que se perceba à vista desarmada e que seja demasiado obvio. É um confronto interno, que revolve com emoçoes que brutam cá dentro, que nem sabiamos que existiam... Vais ter a força necessária para dar a volta por cima. Eu sei que sim*

Girl of poems disse...

Depressão, como eu te entendo... A dor e a tristeza corroí a alma e nos atira para um abismo que se assemelha a um inferno.
Mas por detrás desse abismo à pelo menos uma mão que nos segura e nos empurra para terra segura. Acredita firmemente nisto.
Aprecia cada manhã, elas são um presente da vida; o sinal puro de um novo renascer.
E nunca te esqueças a vida é demasiado preciosa para a deixar-mos escapar...
Força, continua =D
Eu sei que és capaz :)

Beijos, da tua colega de turma :)