4.2.11

para cuidar de mim


são mais os que vem de passagem do que os que pousam as tralhas no meu jardim preparados para ficar à chuva e ao sol, por baixo de todas as tempestades para mais tarde contemplar o arco-íris. neste fim de tarde, submersa de pensamentos que me inundam os pés com o vai-e-vem da maré, agradeço a presença das conchas que me embelezam a vida, que cuidam da minha casa e a mantêm aberta e arejada, não venha ninguém de surpresa para se instalar.

3 comentários:

jo disse...

sempre aqui também, sabes bem <3

nicas disse...

«agradeço a presença das conchas que me embelezam a vida» , está liindo!

ricardo disse...

"são mais os que vem de passagem do que os que pousam as tralhas no meu jardim preparados para ficar à chuva e ao sol, por baixo de todas as tempestades para mais tarde contemplar o arco-íris." quando nao se aguenta com o presente, deixamos de pensar no futuro, por mais bom que ele seja